top of page
Buscar
  • Foto do escritorromulo1978

Henrique & Juliano lançam 11 novas faixas de uma só vez e completam o álbum "To Be Brasília"

As primeiras oito faixas acumulam mais de 600 milhões de visualizações nas plataformas digitais, e agora o álbum completo chega nesta quinta-feira, 27 de julho


Rumo ao terceiro álbum consecutivo com mais de um bilhão de plays, os irmãos tocantinenses Henrique & Juliano - dupla número 01 da Virgin Music mundial - resolveram acabar com a espera de uma vez por todas e anteciparam todos os lançamentos do projeto “To Be” gravado em Brasília. A dupla completa o álbum, disponibilizando de uma só vez 11 novas faixas, com foco na inédita “Devia ser proibido”. “To Be Brasília” fica disponível nesta quinta-feira, 27 de Julho, a partir 21h nas plataformas de áudio. Confira: https://presave.umusic.com/to-be-ao-vivo

Desta vez, a faixa foco “Devia ser proibido” ganha videoclipe no Youtube Oficial de Henrique & Juliano no dia seguinte, sexta-feira (28), às 12h. A canção tem composição de Lucas Ing, Rayane Santos, Mateus


Candotti e Matheus Costa, e fala sobre presenciar um amor mal esquecido beijando outra pessoa, trazendo a identificação de muitas histórias vivenciadas pelo público. Mais de 50 mil pessoas lotaram o estádio Mané Garrincha e demonstraram o sucesso que seria o 8º DVD da carreira de Henrique & Juliano.


Depois de alcançar mais de 260 milhões de plays somados em quatro, das oito faixas disponíveis, dos EPs do “To Be”, seis inéditas e cinco pot-pourris de regravações se unem ao projeto responsável pelo sucesso “Traumatizei” - faixa presente Top 50 do Spotify desde a semana de estreia.

“Carta aberta”, “Cruel”, “Só lembro da briga”, “Deixa pra amanhã” e “Foi tarde” são as inéditas. Já as regravações realizadas em Brasília foram escolhidas a dedo entre as músicas que a própria dupla chama de “lado B”, ou seja, aquelas faixas que o público e dupla gostam muito, mas não foram trabalhadas, e ainda assim, se tornaram importantes para a história de Henrique & Juliano. Os cinco novos pot-pourris “Rasteira / Culpados”, “Quem ama sempre entende / Metade da estrada / Toda vez que eu te beijar”, “Fim ou intervalo / De trás pra frente / Faz tempo”, “Ligação covarde / O mundo parou / Terminamos de vez outra vez” e “Não tô valendo nada / Não passa vontade / Pra que juízo” passam por todos os projeto já gravados da dupla e ganham uma nova roupagem. Todos os vídeos do “To Be Brasília” ficarão disponíveis aos poucos no Youtube durante todo o mês de agosto.


Foto: Flaney Gonzallez

“To Be”, o verbo ser e estar ganha uma nova visão para Henrique & Juliano, os irmãos nascidos em Palmeirópolis/TO conquistaram um país, e para agradecer seu público fizeram questão de lembrar a comunidade brasileira nos Estados Unidos, gravando a segunda parte do projeto na Times Square - fazendo um feito histórico para um artista brasileiro, ao lotarem quatro quarteirões da principal avenida de Nova Iorque. Em breve, o público poderá conferir este feito. “To Be Brasília” 1. Rasteira / Culpados 2. Abre A Mente 3. Quem Ama Sempre Entende / Metade Da Estrada / Toda Vez Que Eu Te Beijar 4. Cruel 5. Te Esqueci Sem Querer 6. Só Lembro Da Briga 7. Tinta De Amor / Realidade Ou Fantasia / Duas Vidas 8. Traumatizei 9. Parece Piada / Mistura Louca / Céu Particular 10. Deixa Pra Amanhã 11. Foi Tarde 12. O Céu Explica Tudo / Ele Quer Ser Eu / Tá Namorando E Me Querendo 13. Devia Ser Proíbido 14. Fim Ou Intervalo / De Trás Pra Frente / Faz Tempo 15. Alô Inveja 16. Ligação Covarde / O Mundo Parou / Terminamos De Vez Outra Vez 17. Rancorosa 18. Não Tô Valendo Nada / Não Passa Vontade / Pra Que Juízo 19. Carta Aberta (Bonus Track) LETRA: Devia Ser Proibido (Compositores: Lucas Ing/ Rayane Santos/Mateus Candotti/ Matheus Costa) (E aí, devia ser proibido ou não?) Tô sumido de casa Eu não fui trabalhar em plena segunda-feira braba Tô com a roupa de sexta, cheiro e suor de balada Incapaz de voltar pra rotina depois da cena presenciada E eu só vou dar as caras quando essa minha cara mudar Quando esse choro parar de pingar Até esquecer o que o meu olho viu, boca dela seguiu E a minha parou nesse bar (Quero ouvir, hein) Devia ser proibido beijar na frente de amores antigos Principalmente dos maus esquecidos Ver minha saudade na boca de outro não é ruim, é horrível Devia ser proibido beijar na frente de amores antigos Principalmente dos maus esquecidos Ver minha saudade na boca de outro não é ruim, é horrível (É horrível demais) E eu só vou dar as caras quando essa minha cara mudar Quando esse choro parar de pingar Até esquecer o que o meu olho viu, boca dela seguiu E a minha parou nesse bar (Bora ouvir, venha) Devia ser proibido beijar na frente de amores antigos Principalmente dos maus esquecidos Ver minha saudade na boca de outro não é ruim, é horrível Devia ser proibido beijar na frente de amores antigos Principalmente dos maus esquecidos Ver minha saudade na boca de outro não é ruim, é horrível Proibido beijar na frente de amores antigos Principalmente dos maus esquecidos Ver minha saudade na boca de outro não é ruim, é o que? (Devia ser proibido beijar na frente de amores antigos) Principalmente dos maus esquecidos Ver minha saudade na boca de outro não é ruim, é horrível Ver minha saudade na boca de outro não é ruim, é horrível

3 visualizações0 comentário

Comments


  • Facebook Clean
  • Branca Ícone Instagram
bottom of page